quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Sementes de jasmin me xeiram Assucenas!!!
Flores e cetin têm o mesmo poema!
Versos e frases soltas, soam igualmente!!!
Vc, entretanto, de todos eles, é diferente!
Apresenta gds sabedorias invertidas que me causam desgosto!!!
Fico loka p esconder meu rosto!
Dos outros q me viram seguindo a ti!
Corações estraçalhados pelo caminho tu carregas!
Me é um desafio  saber de todas elas!
E estar contida no conjunto!!!
Foi grosso ao subestimar meu mundo!
A narrar como seria meu dia!
Enquanto o teu, tu fazias a qtas qria!!!
Bem, sejas feliz!
as coisas belas q usei no começo, n são semelhantes a ti!

Ecos velozes!

Ouvi um eco surdo vindo do teu coração!
Olhei de sopetão!
eram apenas tuas gargalhadas que já, de ante mão,
me soletravam a felicidade q tu tinhas nas mãos!

Ouvi um eco doce vindo dos teus olhos!
Virei p ver,
mas lágrimas antigas embaçavam
meu perceber!

Senti um eco quente no pescoço!
Fechei os olhos!!
Qro a sensação mais duradoura q puder sentir nos ossos!

Senti um beijo molhado, demorado, apaixonado!
Acordei!
Ainda era o eco no pescoço percorrendo minha espinha!

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Abro um Parêntese..!

!... p te explorar!
p me explicar,
durante as decidas
e desvios de olhar!
Te suplicar
Que um beijar
Vire de cabeça p baixo,
ao cruzar da esquina
dessa música sem fim, sem lamurin,
meu eterno gritar: solidão!!!
Pq, p te servir, precisam de mil paixões,
eternas noções, mas 1 amar!
E p ti te tenho todas!
Boas e más!

Sequencia minha vida em "s", em "z", depois faz um "w",
mas nunca me peça p ter pressa de te esquecer!

Fecho parêntese!
Sozinha me acho, sozinha me gosto, sozinha me fico!
Esqueci todas aquelas eternas palavras de sentimentos ultrapassado,
que um dias nossas bocas proferiram, esqueço todos os desejos diários de te ter!
Esqueço q um dia me fizeram feliz p valer!!!
E só sei que, mesmo assim, ser sozinha me deixa gdes sorrisos!!!
"Por isso digo que fico!"

domingo, 19 de setembro de 2010